Nos dez primeiros dias de Operação Verão, o Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá, atendeu cinco pessoas que se acidentaram em águas rasas de praias e rios e ficaram paraplégicas. Ainda neste período, outros dois veranistas tiveram lesões sérias na coluna vertebral pelo mesmo motivo.

As vítimas, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, são jovens que saltam de pedras. Segundo a médica Beatriz Monteiro, a idade média é de 20 anos. “O álcool é um dos fatores importantes que provocam este tipo de acidente porque as pessoas se expõem a um maior risco”, disse a médica. Além disso, algumas brincadeiras realizadas no mar como arremessar as crianças podem ser perigosas. A médica apontou Caiobá, a praia de Encantadas – na Ilha do Mel, Morretes e Antonina como os locais onde esta espécie de acidente mais ocorre.

Leia mais na GAZETA DO POVO.

Atenção: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Ilha do Mel.