Um filhote de Toninha, espécie de golfinho, foi encontrado encalhado e vivo por pescadores na praia de Encantadas na Ilha do Mel, no Litoral do estado, nesta sexta-feira (27). De acordo com informações do Centro de Estudos do Mar da Universidade Federal do Paraná (UFPR), o animal tinha algumas semanas de vida e morreu horas depois de ser socorrido.

A veterinária e pesquisadora do Centro de Estudos, Camila Domit, afirmou que a hipótese mais provável que os pesquisadores estudam é de que o filhote de apenas 63 centímetros de comprimento tenha nascido com uma má formação no pulmão. “Esse possível problema pode ter afastado o animal do grupo. Como ele não conseguia acompanhar os outros, ficou à deriva”, explicou.

Várias marcas de dentes foram encontradas no animal. De acordo com a pesquisadora Camila, estas marcas foram feitas por outras Toninhas, que tentaram ajudar o pequeno animal. “Provavelmente a mãe ou outro adulto tentou salvar o filhote”, comentou. Diversas amostras do animal foram coletadas para determinar níveis de contaminação e avaliar o provável fato que ocasionou a morte da Toninha, espécie de golfinho mais ameaçado da América do Sul.

Em extinção

A pesquisadora Camila Domit disse que o encalho do animal confirmou que a espécie utiliza o Litoral do estado como local de reprodução. Ela salientou que é preciso que a população tenha consciência e preserve as áreas e unidades de conservação. “Encontramos níveis de contaminação e lixo nos locais de reprodução desses animais. É preciso que haja um bom comportamento das pessoas para que possamos recuperar essas espécies”, alertou.

Fonte: GAZETA DO POVO.

Atenção: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Ilha do Mel.