Os diamantes de Vô Lavínio

Vô Lavínio, morador da  ilha, ele se encantou por uma sereia que conheceu na gruta da Praia de Encantadas.

Como prova de amor, ela lhe deu um saquinho contendo alguns diamantes, pedindo apenas que guardasse segredo sobre o romance  e  também sobre a sua existência.

O enlace durou muito  tempo, até que num determinado  dia, pressionado sobre seus sumiços repentinos, Vô Lavínio se viu obrigado a contar aonde ia todos os dias.

Revelado o segredo, decidiu mostrar também os diamantes  que,  para  sua surpresa, se transformaram em pedras de carvão.

Hoje, na Ilha do Mel, diz-se que ninguém guarda segredo e que isso teria começado justamente por causa do Vô Lavínio.

O mais curioso é que alguns moradores possuem até fotos do Vô, que jurava ser verdade a sua história.