Parte do município de Paranaguá, a Ilha do Mel recebeu 55 mil visitantes do início da Operação Verão (em 13 de dezembro) até a última segunda-feira (27). Desse total, 7% são estrangeiros, a maioria vindos da Alemanha e do Paraguai.

A Ilha é tombada como Patrimônio Histórico e Artístico do Estado e possui um Parque Estadual e Estação Ecológica que preserva a biodiversidade local e são administradas pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP).

Assim como outras Ilhas protegidas do Brasil, a Ilha do Mel tem um limite de visitantes diário, que é calculado pelas pessoas que dormem no local e não por aqueles que vão somente passar o dia. A capacidade máxima para a Ilha é de cinco mil turistas, além da população local. Os veranistas podem se hospedar em pousadas e campings que fornecem a infraestrutura necessária, de acordo com os objetivos de cada viajante.

Segundo o presidente do IAP, Luiz Tarcísio Mossato Pinto, esse controle é necessário para garantir a manutenção da sustentabilidade do local que, justamente por ser uma ilha, e não tem a mesma infraestrutura que outras cidades do Estado. “Cerca de 93% do território da ilha é protegido pelas duas Unidades de Conservação que precisam de cuidados especiais e limitam as atividades que podem ser desenvolvidas nelas e consequentemente na maior parte territorial da Ilha do Mel”, explicou.

Para fornecer melhor infraestrutura para os visitantes, aliando o turismo com a preservação do meio ambiente, o Governo do Estado investiu mais de R$ 1 milhão na Ilha do Mel desde 2011. Entre os investimentos feitos estão obras de reparos no trapiche da Praia de Brasília e na praça de alimentação da Praia Grande, criação dos planos de manejo das Unidades de Conservação da Ilha, entrega de carrinhos elétricos para coleta de lixo, entre outros.

“Nesses três anos foram feitas diversas reuniões com a população da Ilha do Mel, membros da prefeitura de Paranaguá e do Governo do Estado para ver quais eram as necessidades e as prioridades que fomos atendendo ao longo do tempo. Ainda temos novos investimentos e projetos previstos para implantar na Ilha do Mel ainda em 2014”, adiantou o presidente do IAP.

PLANOS DE MANEJO – O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) publicou em dezembro do ano passado os planos de manejo da Estação Ecológica e do Parque Estadual. As unidades de conservação foram criadas em 1982 e 2002, e não tinham planos de manejo, que regularizam o que pode ser feito em cada região, delimita áreas de moradores e de lazer, trilhas, entre outras ações.

De acordo com o diretor de biodiversidade e áreas protegidas do IAP, Guilherme de Camargo Vasconcellos, os documentos darão segurança às unidades, além de facilitar sua gestão. “Sem eles o gestor não tem a segurança de executar o plano turístico da ilha. Por exemplo, se pode fazer ou não uma trilha dentro de uma unidade de conservação. O plano dita quais são as zonas que podem ser visitadas, quais são exclusivas para pesquisa e quais são para a biodiversidade (quando nenhuma pessoa pode entrar)”, explica.

Tanto o Parque Estadual quanto a Estação Ecológica são unidades de conservação de proteção integral. No entanto, esta última não prevê visitação turística, somente para pesquisas. Os planos foram elaborados especificamente para cada uma delas, de modo a garantir o manejo e a preservação ambiental de ambas.

CARRINHOS – O investimento feito pelo Governo do Estado foi a aquisição de dois carrinhos elétricos. Eles ficarão à disposição para a limpeza da ilha durante todo o ano. Durante a Operação Verão, se somarão aos outros dois carrinhos que o governo disponibiliza temporariamente.

Cada equipamento tem capacidade para transportar até 500 quilos de resíduos. Os novos equipamentos darão mais dignidade aos trabalhos dos 18 funcionários que fazem a limpeza da ilha e que até então trabalhavam com a coleta de lixo puxando carrinhos de madeira.

Moradora da Ilha há mais de 20 anos, Eliza Antonieta Pedrossi, conhecida como Dona Branca, disse que o projeto para aquisição dos carrinhos existe há 9 anos. “O governador Beto Richa já nos atendeu com carrinhos para a Operação Verão, e agora com equipamentos para o ano todo. Isto é muito bom. É uma emoção ver nosso projeto atendido”, disse ela.

Guia vai incentivar turismo no Litoral durante a temporada

Atenção: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Ilha do Mel.